CONTACTOS
  • bg

CONIEX S.A. | TRATAMENTO DE SUPERFÍCIE | GRANALHA | MICROESFERAS DE VIDRO | OXIDO ALUMÍNIO | CORINDO | DESMOLDANTES ALUMINIO | INJECTORAS ZAMAK | GRANALHAS AÇO | GRANALHA DECAPAGEM | DIECASTING

QUEM SOMOS


O grupo 
CONIEX S.A., nasceu em Janeiro de 1987 com a fusão dos departamentos comerciais de duas empresas, para unir as forças e as experiências em mercados cada vez mais competitivos.

Tanto seus dirigentes como suas empresas colaboradoras têm mais de 25 anos de experiência no sector.

Actualmente, a CONIEX comercializa mais de 750 soluções diferentes de máquinas e com seu fabrico de produtos, comercializa aproximadamente 60% dos consumíveis que fornece.

Consulte-nos !

CONIEX | FUNDIÇÃO | INJECTORAS ZAMAK | DESMOLDANTES DE ALUMINIO | DIECASTING

 

Fundição

 

FUNDIÇÃO CENTRÍFUGA

É a fusão através de injecção centrífuga de metal num molde, isto é, um vazamento de metal líquido em moldes de borracha de silicone.

  

 

FUNDIÇÃO INJECTADA

A Fundição Injectada consiste em injectar a alta pressão, um metal líquido (matéria-prima como Zamak, Alumínio, Magnésio, Latão) dentro de um determinado molde de aço.

Para se efectuar esta operação recorre-se a uma máquina específica, chamada de injectora de câmara quente ou injectora de câmara fria.

        


FORNOS INDUSTRIAIS

Engenharia termal para aplicações profissionais.
A maior variedade de produtos no mundo.
Soluções profissionais – Standard e específicas.
Mais de 60 anos de experiencia e relação com fundidores e utilizadores.



FORNOS PARA:

Fornos Industriais

Fundição Injectada 
Conservação de Calor
Transporte
Secagem de machos
Fusão Cera perdida
Desparafinação
Tratamento térmico
Têmpera e revenido
Pré-aquecimento
Arrefecimento
Revenir
Recozer
Temperar
Processo de revenido
Recozer por dissolução
Forjar
Endurecer
Pré-aquecer
Secar
Envelhecer



FORNOS DE TRATAMENTOS TERMICOS

Têmpera, endurecimento secundário, recozimento, endurecimento, nitruração, soldadura na atmosfera do forno, maleabilização, secagem, revenido – estas são apenas algumas das aplicações que podem ser realizadas com nosso vasto programa de fornos e instalações. Desde os fornos compactos de têmpera até às instalações totalmente automáticas com técnica de transporte e documentação processual. Certamente que encontraremos uma solução à medida da aplicação.


FORNOS DE FUNDIÇÃO

Desde os fornos de fundição elétricos ou a gás, passando pelos fornos de fundição por cera perdida ou fornos de secagem de machos, até à instalação totalmente automática de revenido para alumínio ou aço, cobrimos, de forma profissional, as tarefas da indústria da fundição.

CONIEX | TRATAMENTO DE SUPERFÍCIES | GRANALHAS E ABRASIVOS

 

Tratamento de Superfícies



Processos de Tratamento de Superfícies:

Decapagem Jacto Abrasivo
Decapagem Química de Pintura 
Decapagem Térmica Pirolítica 
Desengorduramento e Lavagem Industrial 
Envernizamento e Pintura 
Esmaltagem
 
Galvanica 
Granalhagem 
Metalização 
Polimento Automático 
Vibração

                                              


PINTURA - ENVERNIZAMENTO
Pintura - Envernizamento

Equipamentos e Produtos para Envernizamento e Pintura
Vernizes e tintas ICR- PAYKOR
Máquinas Centrífugas de envernizamento BOVERIO
Ddestiladores de diluentes e Solventes FORMECO
Lavadoras de Pinceis e Pistolas de Pintura CONIEX

 


A VIBRAÇÃO INDUSTRIAL E SUA APLICABILIDADE

Tratamento em massa de peças metálicas para melhoramento da superfície mesmo que delicada, com formas e naturezas diversas.

Vibração Industrial

Trata-se de uma interação mecânica de peças contra abrasivos (chips), de forma a provocar uma alteração da superfície, de acordo com a necessidade do cliente.

Com auxílio duma máquina de vibração (vibrador industrial), o abrasivo interage com as peças, assim como um composto químico que favorece o contacto entre a peça e o chip, melhorando a lubrificação ou interagindo quimicamente em função da sua característica e aplicação.

Vantagens de utilização de vibradores industriais:
- Redução de custos: Redução da mão-de-obra e consequente poupança dos recursos humanos;
- Redução dos Tempos: Maior velocidade dos tempos de produção;
- Practicidade: Equipamento compacto com componentes mecânicos robustos e de alta qualidade para longa duração;
- Flexibilidade: Ciclos produtivos flexíveis sem renunciar ao alto nível qualitativo, obtendo alta rentabilidade produtiva.

 


DECAPAGEM E METALIZAÇÃOMetalização

O processo de metalização por spray é efectuado pelo arco eléctrico entre dois arames metálicos, geralmente da mesma composição (zinco ou outros), como matéria-prima de revestimento. Este processo é efectuado na pistola de metalização, sendo neste caso chamada de “pistola eléctrica”.

Este processo de protecção anti corrosivo deve ser sempre aplicado após a decapagem, para o seu bom "agarre". Assim, o processo completo e eficientemente de anti-corrosão, trata-se sempre de uma boadecapagem e metalização.


A metalização:
Os dois arames são electricamente carregados com polaridade oposta e na pistola de arco eléctrico, combinados, velocidades controladas. Quando os arames estão reunidos no ponto de contacto, as cargas opostas sobre os arames criam calor suficiente para a fusão continuamente das pontas dos arames. O ar comprimido é usado para pulverizar o material agora fundido e acelerá-lo até a superfície da peça para formar o revestimento.

Assim, a peça fica metalizada, com um revestimento de protecção contra a corrosão.

Em metalização eléctrica por spray, a espessura do revestimento que pode ser depositada por unidade de tempo é em função da energia eléctrica (amperagem) do sistema, pela densidade e pelo ponto de fusão do arame. Dependendo da força colunar do arame, vários sistemas mecânicos puxa/empurra "Push", "pull" ou "push / pull" podem ser usados para alimentar o arame a uma taxa constante.

Recursos do processo de Metalização por arco eléctrico:
- Aplica-se uma série de ligas metálicas e metais puros para o recobrimento, enchimento, revestimentos de anticorrosão e outros fins, em arame sólido ou formas de arame tubular (cheio);
- Sistemas compactos e auto suficientes;
- Excelente portabilidade para revestimentos no local;
- Não necessita de nenhum processo com água ou gases, excepto ar comprimido;
- Altas taxas de pulverização;
- Produz revestimentos que são facilmente mecanizados;
- É possível mascarar áreas que não podem ser revestidas;
- É possível o revestimento de geometrias internas;
- Muito simples de utilizar e de baixa manutenção;

 


DECAPAGEM

Processo de tratamento de superfícies, por projecção de abrasivo metálico (granalha de aço) ou abrasivo mineral (Corindão / Óxido de Alumínio) e de vidro (Micro Esferas de Vidro), em pressão directa.

Também o vulgar conceito “Jacto de Areia” é aplicado nesta área de decapagem, pois é o acto de projectar um jacto de areia às peças, jacto esse com areia de sílica, crivada especialmente para o efeito de decapagem, com o objectivo de:
- Remoção de oxidações (ferrugem) e impurezas inorgânicas; Crostas de fundição e incrustações superficiais; Rugosidade para posteriores tratamentos (metalização e/ ou pintura);

Limpeza, Decapagem e preparação de superfícies para:
- Decapagem (pórticos, vigas, motores, turbinas, estruturas soldadas, gradeamentos, portões, chassis, etc.);
Preparação da superfície para pintura, metalização, revestimentos e acabamentos;
- Rugosidade controlada;
- Areado;
- Envelhecimento rústico da pedra, método "bujardar";
- Limpeza de fachadas, muros, monumentos, estátuas, etc.

Todos os Equipamentos de Decapagem PROTECH, têm garantia de 2 anos:
- Cubas de Decapagem Jacto Livre;
- Cabines e Câmaras de Decapagem;
- Filtros de Pó (Despoeiramento);
- Elevadores e seleccionadores de depuração da granalha e separação dos resíduos;
- Recuperação do abrasivo (Granalha) em Cabines de Decapagem;
- Acessórios;



CONIEX | MICROESFERA DE VIDRO | OXIDO DE ALUMÍNIO | CORINDO | INJECTORAS ZAMAK | GRANALHAS PARA AÇO | GRANALHA PARA DECAPAGEM

 

GRANALHAGEM

Consiste na projecção de abrasivo metálico, mineral ou outros, vulgarmente conhecido como granalha, na superfície de peças maioritariamente metálicas, de forma a efectuar um tratamento de superfície, modificação dessa superfície, assim como uma preparação da mesma para processos posteriores como pintura, lacagem, envernizamento, galvanização, zincagem, anodização, mecanização, entre outros.

As Granalhadoras podem projectar esse abrasivo (granalha) através de ar comprimido: em sistema “venturi” (depressão) ou em pressão directa, ou através de turbina mecânica movida electricamente.

A Granalhagem tem como função:
- Limpeza;
- Preparação de superfícies antes de aplicação do revestimento;
- Decapagem (remoção de revestimentos antigos);
- Rebarbagem;
- Setinagem;
- Ancoragem;
- Rugosidade controlada;
- Acabamento de superfície;
- Tratamento “shot-peening” (aumento de resistência à fadiga e desgaste).


As granalhas a projectar podem ser:
- Metálicas (granalha de aço esférica ou angular, granalha de aço inox cromo ou inox cromo níquel, granalha de alumínio, granalha de zinco, ghuisa- granalha de arame cortado);
- Minerais (oxido de alumínio branco, oxido de alumínio castanho, corindão reciclado, carburo de silício, esmeril, garnet, bauxita);
- Vegetais (casca de noz, caroço de pêssego, caroço de azeitona, carolo espiga de milho);
- Micro esferas de vidro e cerâmicas;
- Plásticas (melamina, termoendureciveis, ureica).

  

GRANALHAS E ABRASIVOS

Obedecendo aos mais altos padrões de qualidade, a CONIEX,S.A. comercializa vários tipos de abrasivos para projeção através de granalhadoras de turbinas ou cabines "jacto areia" de ar comprimido.

Destacamos o facto de colocarmos ao dispor do cliente várias granulometrias de abrasivos e granalhas:

Granalhas Metálicas
:
- Granalha aço esférica ou angular;
- Granalhas inoxidáveis (granalha aço inox cromo ou granalha inox cromo níquel);
- Granalha aço inox;
- Granalha alumínio;
- Granalha zinco;
- Granalha arame cortado (ghuisa);

Granalhas Minerais:
- Corindão branco - óxido de alumínio branco;
- Corindão castanho - óxido de alumínio castanho;
- Corindão reciclado;
- "Corindon, corindo, corindum";
- Carburo de silício;
- Esmeril;
- Garnet;
- Bauxita;

Granalhas Vegetais:
- Casca de noz;
- Caroço de pêssego;
- Caroço de azeitona;
- Carolo de espiga de milho;

Granalhas de Vidro:
- Micro esferas de vidro (microesferas);
- Grânulos de vidro;

Granalhas Cerâmicas:
Micro esferas cerâmicas;

Granalhas Plásticas:
- Melamina;
- Termoendureciveis;
- Ureica;
- Nylon;


GRANALHAGEM AUTOMATICA POR GRANALHADORAS DE TURBINA

Dispomos de Granalhadoras de turbina da C.M., líderes na área de granalhagem por turbina, devido á mais elevada engenharia no desenvolvimento de equipamentos e na qualidade de construção.

Para responder às mais difíceis exigências de processos de acabamentos por granalhas e abrasivos, contamos com nosso parceiro fabricante de granalhadoras há mais de 50 anos, C.M.- Surface Treatment de Modena (Itália), e a nossa equipa, com mais de 25 anos de experiência no tratamento superficial por Granalhagem, dos mais diversos materiais e tipos de peças.

As várias versões disponíveis são:

Granalhadoras de Pendural ou Gancho
Granalhadoras de Mesa rotativa
Granalhadoras de Tapete
Granalhadoras de Túnel em contínuo
Granalhadoras de Gancho e Mesa
Granalhadoras de Suspensões em Continuo
Filtros Despoeiramento



GRANALHAGEM EM CABINES POR AR COMPRIMIDO

Os nossos equipamentos de granalhagem, do fabricante NORBLAST de Bolonha Itália, são projetados e desenvolvidos com base nas necessidades específicas dos nossos clientes.

Tratam-se de granalhadoras extremamente versáteis e de fácil utilização, manuais ou automáticos, podendo o cliente utilizar vários tipos de granalhas, desde micro esfera de vidro a granalhas de aço inox.

Assim sendo, é-nos possível tratar peças de metais ferrosos e não ferrosos, com acabamentos superficiais de grande rigor e qualidade.

 

ESMALTAGEMEsmaltagem

A Esmaltagem, consiste numa aplicação a frio de esmalte bi-componente, resina epóxica e um catalisador, que em conjunto deixam uma camada fina de resina na superfície, de aspecto final cerâmico vitrificado, com cor (vários pigmentos disponíveis), transparente ou incolor, rígido ou flexível, para decoração e pintura de todo o tipo de peças.Os principais campos de aplicação são:

- Indústrias de bijutaria, fivelas, botões, chaveiros, brindes publicitários, pin’s, insígnias, troféus, medalhas, etiquetas, revestimentos incolores sobre etiquetas, etc.


As principais características são:

- Aspecto brilhante com total ausência de porosidade;
- Grande aderência sobre qualquer superfície, previamente desengordurada;
- Alta dureza superficial, com grande resistência ao impacto e à abrasividade;
- Admite a lixagem e polimento a baixas rotações, assim como o torneado, diamantado, etc.;
Admite o posterior banho electrolítico das peças metálicas;
- Ampla gama de cores, totalmente estáveis à luz e demais agentes climáticos;


As gamas disponíveis de catálogo são:

- Incolores;
- Transparentes;
- Cores Opacas;
- Flexíveis;
- Fluorescentes;
- Perlas;
- Purpurinas (Fanci);
- Luminescentes

Os equipamentos NICEM de Esmaltagem são constituídos por um conjunto de elementos para efectuar a devida aplicabilidade dos esmaltes pretendidos.

Uma bancada de trabalho com placa de aquecimento para favorecer a aplicação, um distribuidor de esmalte, e um forno estufa para catalisar as resinas.

  

 

POLIMENTO AUTOMÁTICO

Polimento é todo o procedimento realizado com o intuito de gerar ou reactivar o brilho de quaisquer superfícies. Assim como obter um acabamento mais fino e especifico à peça.

Em geral, toda peça natural ou fabricada, pode ser polida!

Polimento Automático

Além das melhorias estéticas, no campo industrial, o polimento pode destinar-se ao ajuste de peças, eliminando rebarbas (acumulação de material resultante dos processos de fabricação ou mecanização), aparas e pequenas imperfeições, sobretudo nas indústrias metalúrgica e metalomecânica. Nesses casos, algumas peças são inviáveis comercialmente sem polimento, como o caso de torneiras e a maior parte das peças maquinadas.

Vital para alguns sectores como por exemplo o automobilístico, já que é o único mecanismo disponível para reactivar o brilho e melhorar a aparência externa.

O polimento é uma das actividades mais antigas conhecidas pelo homem, tendo seu início provavelmente na pré-história, na era da pedra polida, ou neolítico.


Execução

O polimento envolve, de acordo com o tipo de material ou peça, diversos procedimentos. Num modo geral, alguns passos:
- Primeiro é necessário um meio abrasivo, como lixas, rebolos, pedras, discos e até mesmo diamante. As formas de aplicação deste meio variam muito. O lixamento pode ser manual ou automático com uma máquina de lixar, dependo da peça, faz-se necessário, o uso de uma rectificadora, micro-retífica ou esmeril.
- Segundo é necessário um agente polidor, com base levemente abrasiva, de origem química, conhecido popularmente como massa de polir. Pode ser aplicado com o uso da máquina de polir (estacionária, manual, orbital, robotizada, de controlo numérico CNC, etc.).
Terceiro é necessária uma cera, para "chamar" o brilho. Além de finalizar o serviço, proteger e melhorar a sensação ao toque.


Tipos de polimento

Equipamentos automáticos para o polimento, esmerilagem, rebarbagem, setinagem, abrilhantamento e micro acabamento de peças metálicas e outros materiais.

As técnicas e modos de realização dependem da aplicação necessária e do equipamento profissional para realizar o trabalho de polir, rebarbar, abrilhantar, etc. Algumas vezes é necessário lixar a pintura antes do polimento ser iniciado. É comum o uso de uma maquina polidora de boa qualidade, e com ela discos de algodão e/ou de espuma scotch®, além de pratos e suportes. Os produtos básicos são: massa de polir, lustrador, abrilhantador, lixa, cera, etc.

Sectores e Aplicações:
- Torneiras
- Acessórios casa de banho
- Ferragens e artigos de fechadura
- Lava-louças
- Iluminação
- Artigos de luxo e brindes
- Canetas e esferográficas
- Trens de cozinha
- Cutelarias
- Tubos e barras inox
- Chapas de aço inox
- Perfis de alumínio
- Chapas de aço inoxidável
- Móveis metálicos
- Cosmética
- Jantes
- Componentes automóvel
- Aeronáutica
- Implantes cirúrgicos
- Relojoaria e Joalharia
- Radiadores toalheiros
- Tubos e escadas de piscina
- Móveis metálicos

Equipamentos:
- Maquinas lixadoras e gratadoras de planos
- Células robotizadas
- Polidoras rotativas tipo “transfer”
- Polimento submergido
- Máquinas tipo “centerless” para tubos redondos
- Máquinas de lixar e polir superfícies planas
- Máquinas de controlo numérico CNC
- Polidoras e lixadoras manuais
- Máquinas de lixar chapa


LAVAGEM E DESENGORDURAMENTO INDUSTRIAL

Processos de lavagem e desengorduramento industrial por:
- Sistemas aquosos (soluções à base de água quente e detergentes)
- Sistemas a solvente
 (clorados, hidrocarbonetos e álcool modificado)
  em equipamentos herméticos e modulares, cumprindo a normativa COV/13/99.

Estes processos têm como objectivo comum

LimparLavar e Desengordurar totalmente a superfície de peças, maioritariamente metálicas, de:

Lavagem Desengorduramento Industrial

- Gorduras;
- Óleos;
- Massas;
- Lubrificantes;
- Resíduos de pasta de polimento;
- Poeiras diversas;
- Grafites;
Limalhas;


Ampla gama de máquinas para o desengorduramento industrial.

Sistema por meio Aquoso:
- Manuais ou Automáticas;
- Aspersão ou Imersão;

Tipo de Lavadoras:
- Lavagem hidrocinética;
- Túnel contínuo com tapete plano, malha ou rolos;
- Cóclea contínua por veio sem-fim;
- Cesto rotativo;
- Lavagem com ultra-sons;

Completa gama de produtos desengordurantes biodegradáveis e ecológicos para protecção do meio ambiente, reduzindo ao máximo o impacte ambiental.

Sistema por meio hermético de Dissolvente:
- Equipamentos herméticos para a lavagem e desengorduramento com solventes, nomeadamente produtos clorados, hidrocarburos e álcoois modificados , cumprindo as normativas VOC 13/99.

Os equipamentos são indicados para a lavagem de peças metálicas, provenientes de diversos sectores e aplicações: engrenagens, parafusos, fêmeas, válvulas, tubos, peças mecânicas particulares, cilindros, corpos hidráulicos, sector alimentar e sector hospitalar.

                                               Catalogo Equipamentos Lavagem e Desengorduramento

CONIEX | ASSISTÊNCIA TÉCNICA | MANUTENÇÃO

servicos_assistencia_tecnica_industrial
Dispomos de um SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA permanente, em constante formação e especializado nos nossos equipamentos e processos.

Consideramos da máxima importância este serviço, actualizando constantemente a nossa equipa.

Nosso SAT é formado por Engenheiros e Técnicos com formação profissional, de forma a exectutar a melhor resolução e propôr a solução técnica ideal à operatividade do equipamento, garantindo às empresas o pleno funcionamento dos seus equipamentos.

Através de um Contrato de Manutenção programado, as empresas podem permancer tranquilas, porque seus equipamentos estarão constantemente sob nossa vigilância e sempre no melhor estado de bom funcionamento.

Assim, evitam-se paragens de produção desnecessárias e tão incómodas a todos os níveis !

Morada

  • Endereço:
    Via Central de Milheirós, 638
  • 4475-330 Milheirós - Maia | Portugal
  • GPS:
    41º22´54´´ N 8º58´25´´ W
  • Gerente:
    Paulo Ribeiro

Contatos

  • Telefone:
    +351 22 961 99 30
  • Fax:
    +351 22 961 99 39

Horario

  • Horário:
    Seg. a Sex. das 9:00h às 13:00h | 14:00h às 18:30h
  • Encerramento:
    Sábado, Domingo e Feriados

Email

Envie a sua mensagem para pedir informações ou orçamentos


CONIEX PORTUGAL | GRANALHA, MICROESFERAS DE VIDRO, OXIDO DE ALUMÍNIO, CORINDO, DESMOLDANTES DE ALUMINIO, INJECTORAS ZAMAK, GRANALHAS DE AÇO, GRANALHA DE DECAPAGEM, DIECASTING, TRATAMENTO DE SUPERFÍCIE, ABRASIVOS, EQUIPAMENTOS, MÁQUINAS, REPRESENTANTE

Área de Clientes: