CONTACTOS
  • bg

Hotel de Turismo Rural na Serra da Estrela - Seia

HOTEL RURAL SERRA DA ESTRELA

Durante o ano todo, hóspedes especiais vêem ào hotel rural XXXXXXXXXX em busca da tranquilidade e da qualidade de vida do campo. As estações bem marcadas oferecem diferentes prazeres sob o calor do verão que as alamedas de coníferas tornam mais agradável ou sob a neve. Devido ao fácil acesso à Serra da Estrela o hotel rural XXXXXXXXX é também uma ótima opção de hospedagem para quem quer usufruir da estação de ski.

São 6 quartos duplos com casa de banho privativa, com ou sem refeições.

 

 

 

Qualquer dia da semana (exceto feriados) duas pessoas,

quarto duplo,
casa de banho privada,
pequeno almoço incluído,
(Uma noite) 45 € / 55€

 

 

 

 

 

 

 

 

HOTEL RURAL EM SEIA | TURISMO RURAL NA SERRA DA ESTRELA | PROGRAMAS ROMANTICOS | TURISMO HABITAÇÃO NA SERRA DA ESTRELA | APART RURAL NA SERRA DA ESTRELA | PRODUTOR QUEIJO SERRA DA ESTRELA

TURISMO HABITAÇÃO NA SERRA DA ESTRELA

Segundo o Plano Estratégico para o Turismo da Serra da Estrela, a procura de áreas mais isoladas por parte dos visitantes, na busca da natureza, da aventura, de novas experiências, mais autênticas e também mais amigas do ambiente, assume cada vez maior expressão. A crescente procura dos destinos no interior e os níveis de saturação turística baixos (em particular o Centro) dão a estas regiões maiores potenciais de crescimento, ao mesmo tempo que exigem formas sustentadas de desenvolvimento integradoras das diferentes realidades locais.

A região da Serra da Estrela está geograficamente integrada na região Centro do país e reúne um conjunto de fatores de extrema importância para que esta se considere um destino turístico singular, relevante a nível nacional. A diversidade dos recursos naturais, a riqueza paisagística, a sua estrutura geológica, o clima favorável para a prática de desporto de inverno, a hospitalidade dos residentes, o Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE) e a sua beleza arquitetónica e cultural constituem algumas das razões que evidenciam o grande potencial da região em termos turísticos. O turismo assume, desta forma, um papel-chave para a região, pois constitui uma fonte de rendimento para os investidores locais, assim como de emprego para os residentes. Nesse âmbito, é absolutamente necessário valorizar e divulgar toda a oferta turística de qualidade da Serra da Estrela, em especial os seus recursos primários, ou seja, o seu património natural e cultural.

 

HOTEL RURAL EM SEIA | TURISMO RURAL NA SERRA DA ESTRELA | PROGRAMAS ROMANTICOS | TURISMO HABITAÇÃO NA SERRA DA ESTRELA | APART RURAL NA SERRA DA ESTRELA | PRODUTOR QUEIJO SERRA DA ESTRELA

APART RURAL NA SERRA DA ESTRELA

No âmbito das orientações estratégicas para o turismo nacional, nomeadamente da Região Centro/Serra da Estrela, onde o turismo cultural é peça fundamental para o planeamento e desenvolvimento turístico, como alternativa à tradicional oferta da neve, procura-se com este trabalho perceber qual a efectiva relação entre os espaços culturais, onde os museus são expoentes máximos por excelência, e a actividade turística.

O turismo enquanto fenómeno evolutivo e transformador da economia nacional (representando cerca de 10% do PIB e da oferta de emprego nacional), ganhou um estatuto de sector chave para o desenvolvimento sócio-económico do país.

As transformações ocorridas nos últimos séculos na área da ocupação dos tempos livres do ser humano, conquistados através das mudanças sociais, políticas e económicas, garantiram um novo mercado, o mercado do tempo livre, e das escolhas que cada indivíduo pretende para si, independentemente das modas, rituais ou gostos pessoais.

Nesse sentido, os estudiosos, na sua maioria sociólogos, filósofos e geógrafos, perceberam que este era o tempo preferido, o mais ansiado de qualquer trabalhador, e analisaram os padrões de utilização do tempo, conceptualizaram ideias e com isso elevaram o grau de importância que o tempo livre, o lazer e o ócio têm para a qualidade de vida do ser humano e consequentemente na sua função de trabalhador/produtor.

As revoluções ocorridas quer em contexto laboral quer na mobilidade e acessibilidade, deram origem a novos fenómenos associados inicialmente ao lazer, saúde e bem-estar, conhecimento e trabalho, num espaço suficientemente longe da área de residência de modo a que os indivíduos fruidores destes tempos tivessem que fazer estadas pagas, e recorrer a todos os bens e serviços que são necessários a quem está longe de casa, dando origem a uma utilização de meios de alojamento de forma mais frequente, aumentando a oferta de procura de um modelo de negócio que se iria revelar a indústria do século XX, aquela com maior volume de negócios, envolvendo consigo as indústrias do petróleo, transportes, restauração, alojamento e lazer, a indústria ou actividade turística.

Um país de sol e mar como Portugal, não deixou de ser procurado pelos povos do Norte da Europa como espaço dos seus tempos livres, um pouco à semelhança da sua vizinha Espanha, que crescia graças aos benefícios económicos do turismo.

O paradigma de fruição de tempos de lazer em massa deu origem ao “lado negro” da actividade turística, problemas ambientais e sociais lançaram em debate um pouco por todo o mundo a sustentabilidade da exploração turística dos destinos mais procurados e a ideia de que o turismo não tinha limites acaba.

      

HOTEL RURAL EM SEIA | TURISMO RURAL NA SERRA DA ESTRELA | PROGRAMAS ROMANTICOS | TURISMO HABITAÇÃO NA SERRA DA ESTRELA | APART RURAL NA SERRA DA ESTRELA | PRODUTOR QUEIJO SERRA DA ESTRELA

TURISMO RURAL SERRA DA ESTRELA

À parte desta problemática as áreas de estudo das ciências económicas apercebem-se que existem vantagens em diversificar a oferta de produtos/serviços para o mercado, garantindo motivações e satisfação de necessidades a todos os indivíduos que quisessem “fazer turismo”. Surgem novas tipologias de turismo (eg. Turismo em Espaço Rural nos anos 70 do século XX em França) e novas tipologias de empreendimentos turísticos. 

Os espaços procurados para os lazeres turísticos deixam de estar restringidos ao sol e ao mar, e abrem-se portas ao desenvolvimento sócio-económico para novos espaços. Comunidades do interior, desprovidas de praias, passam a utilizar a actividade turística para compensar as perdas competitivas de outras áreas de negócio, como a agricultura, pecuária e indústria agro-alimentar, utilizando o seu património cultural e natural como atracção principal para o visitante/turista. 

A Serra da Estrela não é excepção. O declínio da pastorícia e da indústria têxtil e a crescente procura pela neve deram origem a uma mudança de paradigma sócio-económico na região. Com o desenvolvimento do sector do turismo e sua dependência, o combate à sazonalidade passou a ser crucial para a sobrevivência e criação de riqueza dos serranos. Autarquias, governos e empresários definiram estratégias que garantam a captação de visitantes/turistas durante todo o ano. 

Desta forma, foi essencial potencializar outras atracções para além da neve, como a gastronomia, o valor ambiental da Serra da Estrela e todo o restante património que simboliza a marca do espaço/destino. Com os incentivos ao investimento nesta área a aumentarem, surgem novos meios de alojamento e espaços de restauração e diversão, novas empresas ligadas ao ramo do lazer e do turismo, como as empresas de animação e os espaços de valorização humana e cultural, como os museus. 

Mais recentemente definiu-se, o turismo cultural como alternativa principal à procura pela montanha e nesse sentido entendeu-se da maior pertinência estudar esse fenómeno, perceber qual a importância dos espaços museológicos para o turismo da região, as motivações, origens, fluxos turísticos utilizados pelo turista de cultura, o que procuram neste destino, onde dormem e se são efectivamente turistas da Serra da Estrela, contribuindo desta forma com mais recursos financeiros para a região.O recente investimento em espaços museológicos e centros de interpretação por parte de algumas edilidades da Serra da Estrela e privados, estimulou um pouco a procura e o número de visitantes cresceu de modo significativo, o que torna o seu estudo ainda mais pertinente.

 

HOTEL RURAL EM SEIA | TURISMO RURAL NA SERRA DA ESTRELA | PROGRAMAS ROMANTICOS | TURISMO HABITAÇÃO NA SERRA DA ESTRELA | APART RURAL NA SERRA DA ESTRELA | PRODUTOR QUEIJO SERRA DA ESTRELA

PRODUTOR QUEIJO SERRA DA ESTRELA

A XXXXXXXXXX, na Serra da Estrela, Portugal, produz artesanalmente segundo uma receita ancestral com mais de 18 séculos. Essa mítica receita, considerada unanimemente como a "autêntica" receita do Queijo da Serra harmoniza com sábia maestria o puro leite de ovelha da raça autóctone bordaleira, sal e a flor do cardo.
Em 50 dias o queijo fica "curado" sendo, durante todo esse tempo, lavado e cuidado de forma a permitir que todas as suas ímpares características gastronómicas se desenvolvam plenamente.
Cada exemplar é peça única e só chega ao consumidor depois de passar por um rígido controle de qualidade. Assim, à arte tradicional juntamos o rigor dos modernos padrões sanitários alimentares. Como consequência, o Queijo XXXXXXXXXX é produzido em pequena escala, nascendo por isso vocacionado para paladares exigentes.  


Conservação
O Queijo XXXXXXXXXX deve manter-se acondicionado em embalagem permeável para que possa "respirar" e a uma temperatura entre os 4 e os 10 graus centígrados, .
A sua consistência amanteigada é protegida por uma casca firme que poderá desenvolver manchas esbranquiçadas e odor característico. Trata-se de sinais naturais, não devendo por isso serem confundidos com indícios ou evidências de deterioração. Caso o queijo desenvolva algum bolor, antes de ir à mesa deve ser mantido no congelador por cerca de cinco minutos. A seguir procede-se à sua lavagem em água abundante, esfregando-se suavemente com uma escova ou esponja macia e sem uso.


Dicas para servir
Por tratar-se de um produto genuíno em contínuo processo de maturação o Queijo XXXXXXXXXX muda de uma inicial consistência pastosa (designação amanteigada) até se tornar duro (velho), muito valorizado neste estádio pelos gourmants.
Em consistência pastosa deve retirar-se do frigorífico 30 minutos antes de ir à mesa. Para servir, recomenda-se que seja recortada e removida a parte superior do queijo, como se de uma tampa circular se tratasse, ficando, assim, todo o seu conteúdo facilmente acessível. Com uma pequena colher retira-se a pasta de queijo e barra-se sobre torradas.

                                           

 

HOTEL RURAL EM SEIA | TURISMO RURAL NA SERRA DA ESTRELA | PROGRAMAS ROMANTICOS | TURISMO HABITAÇÃO NA SERRA DA ESTRELA | APART RURAL NA SERRA DA ESTRELA | PRODUTOR QUEIJO SERRA DA ESTRELA

Morada

  • Endereço:
    Praça Mouzinho de Albuquerque, 113
  • 4100-359 Porto
  • Gerente:
    Apoio ao Cliente

Contatos

  • Telefone:
    +351 707 91 26 94
  • Fax:
    +351 707 91 26 94
  • Telemóvel:
    +351 707 91 26 94

Horario

  • Horário:
    9:00 - 12:30 | 14:30 - 19:00
  • Encerramento:
    Sábados, Domingos e Feriados

Email

Envie a sua mensagem para pedir informações ou orçamentos


HOTEL RURAL EM SEIA | TURISMO RURAL NA SERRA DA ESTRELA | FIM DE SEMANA SERRA DA ESTRELA

Área de Clientes: